Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

Taste Is


publicado por tufo às 09:01
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 5 de Julho de 2009

Momentos!

A corrida faz-nos trabalhar muito e planear muito o futuro … e sempre sem parar.

Mas em certos momentos chegamos a perceber que a vida acontece neste preciso momento.

Não é depois do liceu, não é depois da licenciatura, nem depois do doutoramento, nem sequer depois da família constituída….

…é agora.

…é isso mesmo, agora, distrai-te e perdê-la-ás…

Já disseste ...eu amo-te?! Não quero viver sem ti?!

Já disseste a alguém …mudaste a minha vida?!

Faz um plano com um objectivo…

…e trabalha para o conseguires.

Mas de vez em quando olha à tua volta e usufrui.

Porque é tudo isso, que pode desaparecer amanhã…


publicado por tufo às 16:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 29 de Abril de 2009

Orgulho

Deixem-me cá tirar as teias de aranha....

 

 

Temos cá gente mesmo boa.... que felicidade de orgulho!

 


publicado por tufo às 11:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 28 de Dezembro de 2008

Frio....muito frio!

 

Ai que frio desgraçado. Aqui vai uma melodia nostálgica mas que

sabe sempre bem ouvir!


publicado por tufo às 09:57
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 21 de Dezembro de 2008

Super-Herois e Agentes Secretos

Ontem tive o privilégio e o prazer de durante mais ou menos uma hora e meia proporcionar momentos divertidos que se distanciassem a anos-luz da dura realidade.

Estava eu todo aperaltado e preparado para receber um grupo de minorcas vindos de várias zonas do país. A boca secou-se-me e o coração desatou a disparar numa excitação que não tinha fim e um aperto ao mesmo tempo, tudo isto ainda sem os ver e só de ouvir as suas vozinhas tímidas enquanto subiam a escadaria com uma imponente carpete encarnada.

Mas afinal que profissional sou eu… que estava prestes a ter uma arritmia cardíaca só por aguardar um grupo de crianças com as quais iria desenvolver uma actividade pedagógica como tantas outras que faço o ano inteiro.

Os meus minorcas são crianças maltratadas, filhos de mães também maltratadas, que para brincarem comigo ontém tiveram que se deslocar escondidos, incógnitos, quase como se não existissem. Como é possível fazer com que um minorca inocente não exista? Como é possível fazer mal a um minorca?

Sinceramente, tentei preparar-me o melhor possível, e o que é isso do melhor possível? Não sei… Não sabia o que me esperava… como seriam eles? Teriam algum sinal? Estariam assinalados como uma palavra sublinhada a marcador florescente? Não sabia…

São minorcas iguais a tantos outros que fazem parte das nossas vidas, iguais ao neto da senhora da mercearia, iguais ao filho do empregado da pastelaria, só que estes foram magoados, no corpo e na alma.

Não foi difícil quebrar o gelo e brincámos, esperneámos, trocámos segredos, lanchámos, recebemos presentes, foi muito divertido. Acho que tenho um grupo de amigos novo, irão estar concerteza sempre no meu coração e na minha lembrança. Sei que consegui contribuir para um momento diferente, um momento seguro, um momento de afectos na vida daqueles minorcas. São os meus heróis, são uns valentes!

Eu este ano decidi não escrever ao Pai Natal a pedir o meu presente, pensei ser irreverente, mas não é que recebi?! E só me apetece gritar bem alto para todo o mundo ouvir que recebi o melhor presente de sempre e que estou muito feliz, porque fui também responsável por aquecer as vidas destas crianças que tanto sofrem escondidas e silenciosas. E eu recebi tanto...

Chegou o momento das despedidas, foram muitos os abraços apertados, já com saudades. Trocamos desejos de falsos reencontros, mas que interessa isso? Vamos recordar de certeza uns dos outros durante muito tempo.

Vamos ter atenção às crianças que estão á nossa volta. Há muitas crianças e pessoas que são maltratadas e não têm voz para pedir socorro. Muitas vezes vivem mesmo ao nosso lado e todos os dias fechamos os olhos....

Quero desejar um feliz natal!


publicado por tufo às 12:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 6 de Dezembro de 2008

"... Céu geralmente muito nublado. Períodos de chuva, ..."

 

 

...não me esqueço do que me disseram um dia, de que algo que só existia na língua de Camões, e impossível de traduzir noutra língua e que por isso era tão difícil se explicar a palavra saudade.

Como e que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver a própria vida?

As pessoas vão, os lugares ficam longe uns dos outros. As coisas têm de mudar... mas como se faz?

Carrego, sou paciente, aguento a dor. De cabeça e de coração. Ninguém merece estar triste. Ninguém merece estar sozinho. Procurarei escapes e alternativas?

Há grandeza no sofrimento? Tanto quanto não seja pelo respeito de quem amou…


publicado por tufo às 13:44
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

Mudar!!!

Depois do intervalo grande cá estou para os que me amam e para os que me odeiam. Alguém dizia que “… viver não custa, custa é saber viver…”, e é esse mesmo, o meu queixume, no conciliar, no obrigatório, na preguiça, e noutras coisas mais, lá sigo!

Aceito com muito prazer o desafio difundido pela minha princesa Sara e da princesa Lara para escarafunchar e gritar com toda a pujança dos meus pulmões aquelas coisinhas irritantes da minha vida que se deveriam transformar e assim supostamente passar melhor! Vamos cá á introspecção:

O Comboio é o meu meio de transporte, só meu e dos outros milhões de utentes. Gostava que o comboio da linha de Cascais tivesse uma mesanine, assim tipo para o acolchoado para que todos os que como eu, quando chagamos nunca temos um lugarzinho sentado, podermos alcançar o destino das nossas viagens deitadinhos, mais descansados, relaxados, ou não!

O Banho de manhã é das coisas mais insuportáveis para mim, gostava de acordar já lavadinho e cheirosinho e com o hálito fresco de montanha que nem aquelas publicidades de pastas de dentes da TV. Não se entenda, que não gosto de tomar banho, porque gosto, adoro tornar a minha minúscula casa de banho numa exótica cachoeira brasileira. Mas de manhã não, aliás tudo é um pesadelo de manhã…., ou não!

O Rufus é o meu companheiro desde há 4 anos, vivemos que nem duas almas gémeas, confesso que é amor, que ambos sentimos um pelo outro. Vivemos os dois no pequeno T1 da Cruz Quebrada, cruzamos vivências, amores, ideologias e mesmo assim também o transformava, gostava que o rumrum miau para aqui e o rumrum miau para ali, fosse em linguagem humana, que lindo o “Rufus meu filho” a falar como eu, passaria a ouvi-lo”… despacha-te pá tenho fome…” ou “…não quero biscoitos Jumbo quero wiskas…” ou então “… a personagem que está na tua cama não é a mesma de ontem…”, era mesmo bom, ou não!

Conclusão: penso que estou muito bem como estou, porque metamorfoses nunca deixarão de acontecer. E dessas não há fuga.


publicado por tufo às 14:21
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Setembro de 2008

Que chitex!

Começo a acordar, a despertar de um turbilhão de emoções que me transportaram para um outro nível de consciência.

Primeiro, foi poder testemunhar o sacramento do matrimónio de dois amigos, ouvi com ternura as suas juras de amor e acreditei que “casar” é possível.

Depois, passei oito horas numa fila, literalmente a pão e água, para venerar e consumir durante duas horas o maior fenómeno da humanidade – Madonna.

A minha entrada para faculdade vem completar o ramalhete. Pois é, sou caloiro da universidade, quem diria… Para quem sempre acreditou em mim, o meu grande obrigado. Foi nesse apoio que me ergui quando quis desistir.

Agora, cá estou, rendo-me aos novos hábitos que farão parte da minha rotina…


publicado por tufo às 00:04
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 9 de Setembro de 2008

Tou c'os nervos...!

Já há muito que não postava, mas hoje sinto uma necessidade imensa de me exprimir. Estou simplesmente triste, aborrecido e até irritado de não fazer o que me dá na real gana, estado que de que me tenho habituado há um punhado de anos.

Bastava ter que suportar ansiosamente as mudanças que vão transformar a minha insignificante vida de comum mortal noutra coisa qualquer, que nem sei bem o que vai ser. Mas lá está, aguardarei pacientemente como de costume e na 1ª fila da plateia para não perder nenhum pormenor desta minha realidade destinada….

Muito bem… depois de muita conversa com o Rufus e com o inconsciente sempre consciente Tufo, identifiquei os maus, os reles e sem escrúpulos agentes da mudança, eis a primeira prova superada.

De seguida vem o complicado, ser surpreendido pela velha bruxa consequência, sempre certa e um tanto ou quanto matreira, pois nem sempre é entendida da melhor forma. E que resta tão-somente cumpri-la como se de uma sentença se tratasse.

Apesar de tudo, acredito sinceramente que, só através das decisões que tomo diariamente fico mais consciente, mais concretizado e mais apurado. Ao contrário só me sentirei um ser apático e morto.

Aceitar-me como sou, acreditar nas minhas capacidades, ter a humildade para aprender, ser sincero quando digo “… gosto de ti…”, estar preparado para enfrentar a dor, não será ser maduro? Só atingirei definitivamente a tão essencial maturidade quando disser sim e este tão grandioso desafio.

Que atracção animal tenho eu pelo desconhecido? Ao mesmo tempo um medo terrífico. Será porque ainda não o vivi? Será porque ainda não pisei esse território duvidoso? Basta! Caminho confiante! Algo de novo vai acontecer. Aceito o risco e sei que vou crescer. Não vou aceitar a prisão ao passado saudosista, à repetição, movendo-me num círculo.

Hoje eu decido, não espero assustado, porque amanhã vou decidir novamente e depois de amanhã…

Não vou ter receio, não vou ser cobarde, amanhã vou estar mais velho, mais experiente, mais inteligente, mais vivo que hoje, mais perto do fim… ou simplesmente o amanhã poderá não chegar.


publicado por tufo às 00:12
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Agosto de 2008

Katy Perry - I Kissed A Girl

 

Será que o errado é mesmo o errado e o certo é mesmo o certo? Uiiiiiiiiiiiiii..... que confusão!!!!!


publicado por tufo às 11:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Taste Is

. Momentos!

. Orgulho

. Frio....muito frio!

. Super-Herois e Agentes Se...

. "... Céu geralmente muito...

. Mudar!!!

. Que chitex!

. Tou c'os nervos...!

. Katy Perry - I Kissed A G...

.arquivos

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Março 2008

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds